Páginas

segunda-feira, abril 23, 2012

Sobre esses meses


401231_319073024794939_100000767338546_812217_1352446072_n


Após tanto tempo vivendo em função das vontades e regras da vida dos outros, era necessário um basta. Parar para lembrar qual era o seu filme favorito, qual comida lhe apetecia ou quais eram seus desejos para o futuro.

Se colocar como prioridade, aprender a apreciar sua própria companhia e se conhecer melhor foram às primeiras metas estabelecidas nessa caminhada de autoconhecimento. Sempre um passo de cada vez, absorvendo aos poucos a sensação de liberdade recém-adquirida.

Voltou a sair, começou a frequentar aqueles lugares que sentia curiosidade em conhecer, experimentou, viajou. Conheceu novas pessoas e criou laços, alguns tão intensamente receptivos e positivos que lhe deram a força necessária para seguir em frente. Parou de se lamentar pelo passado e se permitiu viver, sentir e fazer acontecer todas as suas vontades, por mais bobas que fossem. Aprendeu, inclusive, a dizer não. Entendeu qual era a hora certa de entrar e sair de uma situação, se respeitou. Assim, sentiu suas risadas mais sinceras e o seu peito ganhou uma leveza que há muito tempo não se encontrava.

Está voltando a ser feliz, contente com as suas mudanças e se sentindo corajosa por não permitir que o medo lhe roubasse as boas memórias que adquiriu desde então. Cheia de planos ela segue, com apenas uma certeza: A de deixar o seu coração livre para as boas surpresas que só o acaso pode lhe proporcionar.

Maria Clara Almeida

5 comentários:

Anil Orac disse...

E a promessa de dias melhores virá... Ou já está vindo! :} Gostei da imagem,rs. **:

Leticia Sayonara disse...

Ler isso me deixou mais leve e, ao mesmo tempo, com pesar. Estou num momento onde isso me faz falta.
bjs


www.seminovando.com

Pluralidades disse...

Ótimo post!
Adorei o texto...você escreve super bem,Clara. Parabéns. :)


Beijos
Bia Cortez
www.blogpluralidades.com

Jéssyca Gonçalves disse...

Nossa, isso reflete exatamente o que estou vivendo agora. Parece que você traduziu tudo que eu estou sentindo.

Amei!

Ah, querida.. adorei teu blog. Também moro em Natal e te descobri quando fui fazer uma parceria com a gato e sapato e a gerente falou que tu tbm tinha ido lá fazer a mesma coisa! :) Daí ela me passou o endereço.

Enfim, vou ficar vindo aqui.

Beijo.

Mayara Santos disse...

Huuum, mt bem adorei o texto e a decisão de 'tocar pra frente' fazendo as coisas do seu jeito!
Saudades amiga!